O BLOGUE OFICIAL DA PÁGINA MARGINAL (HTTP://JORGEPALMA.WEB.PT/)


domingo, maio 15, 2005


Apetecia-me escrever algo...


(escrever aqui o post) ... mas não sei se vale a pena!

Só sei que as pessoas que eu mais gosto, as que mais admiro, não foram criadas por moldes feitos por mim... Nem quereria eu, talvez por gostar delas, que fizessem um esforço para me agradar... deixariam de ser quem são.
Pode ser "filosofia barata" mas acho que muitos de nós ainda não escutaram bem o que o Jorge Palma tem andado a transmitir.
Que direito temos nós de julgar, criticar, avaliar?!
Que direito temos de exigir que um concerto seja perfeito?Até porque, o que é a perfeição?!
Acho que nos achamos no direito de ter um Jorge Palma à nossa maneira, quando o valor dele está nisso mesmo, ser único, genuíno, sem máscaras como alguém dizia, Humano!

Há uns anos lembro-me de ler que Jesus depois de contar as suas parábolas à multidão, dizia:

- E entenda quem puder...

Dois mil anos depois continua a haver muita gente com a certeza que entendeu tudo, e na verdade, não entendeu foi nada!

Até estou a rir, pois pareço um padre... Mas que se lixe, aqui somos anónimos, podemos delirar à vontade...

Até um dia.

(continuar aqui caso seja muito longo. se n?o for apagar, por favor, esta linha)



publicado por: Angelina

e-mail:




3 Comentários:

Blogger Sílvia Mendes disse...

Concordo plenamente contigo. Todos gostam muito de Jorge Palma, mas quando algo corre mal, são os primeiros a atirar a pedra...é por isso que gostar de Jorge Palma não é para todos...

1:48 da tarde

 
Blogger susana disse...

no fundo acho que todos nós acabamos por fazer avaliações, juízos sobre aquilo que observamos... é talvez humano. saímos de uma sala de cinema e comentamos com alguém "foi belissimo o filme, cenas lindas, planos brilhantes..." ou o contrário... somos feitos de opiniões e sabe bem transmiti-las... acho que nunca irei sair de um concerto do Jorge sem me sentir extremamente feliz! ele tem esse poder em mim... me fazer feliz! mas tal como já fiz outros comentários em que nem palavras tinha para descrever o que sentia ao sair de um concerto dele, em que tudo foi belo... do mais belo que existe, desta ultima vez saí, com o sorriso de sempre sincero e bonito, mas com a simples sensação de que ele não estava no seu melhor... é humano, é claro, a minha intenção não foi alguma vez o criticar... foi uma simples opinião e nunca julguei que ela fosse ser tão mal interpretada... lol

beijinhos *
Susana

3:38 da tarde

 
Blogger Guida disse...

bolas...
que verdade tão brutal, Angelina.

(e viva ó nosso Jorge até mais não poder ser)

*

12:43 da manhã

 

Enviar um comentário

<< Home