O BLOGUE OFICIAL DA PÁGINA MARGINAL (HTTP://JORGEPALMA.WEB.PT/)


quinta-feira, agosto 31, 2006


Descoberta


Não sei ao certo se eu seria a melhor pessoa para estar aqui, mas, na dúvida, resolvi aceitar respeitosamente a hospitalidade oferecida e, finalmente, pronunciar-me sobre o que tem sido, para mim, conhecer Jorge Palma.

Muito se fala sobre as afinidades naturais entre Brasil e Portugal, Portugal e Brasil, por conta dos laços históricos, atávicos, afetivos... Cresci com isso, a respeitar imenso o universo cultural português e as informações que pensava ter acesso por aqui.

Creio estar num momento em que se acendem todos os alertas de dúvida dentro de mim: aos 50 anos de idade, não tinha - até bem recentemente - informação alguma sobre a existência de Jorge Palma, esse artista além de toda e qualquer palavra, além de toda expectativa, além mesmo da própria alma.

Seria este um defeito meu, a navegar na ignorância musical, ou uma falha na troca de informação entre os países? Ora, por aqui é sabido que os nossos artistas aportam em Portugal sempre com grande sucesso e carinho do público. Por que razão, então, somos nós privados da felicidade de compartilhar a emoção profunda de ouvir e sentir uma obra da envergadura da de Jorge Palma?

Sinto-me um tanto "roubada" em minha adolescência. Cresci e formei-me, cultural e politicamente, com a providencial pontuação das músicas de Chico Buarque de Hollanda, Caetano Veloso, Milton Nascimento, Ivan Lins. A cada momento da vida, algo nas canções desses companheiros de jornada (pelo menos foi assim que sempre os senti, próximos de mim) ajudava a construir minha sensibilidade, acalmar meus anseios, fortalecer minhas posições.

Hoje, ao mergulhar em Jorge Palma, sinto que gostaria de tê-lo tido sempre junto de mim, como os outros, em cada novo momento e sentimento datado. Essa "viagem de regresso à obra" que tenho feito nos últimos dois meses, num certo sentido, me mostra isso; revela-me as inocências e as dúvidas, crenças e rumos de sua história pessoal, indissociável da música.

Por que tanta distância? Dentro de mim, a urgência em recuperá-la é grande. E é preciso dizer que devo muito à generosidade de vocês, palmaníacos "de carteirinha", como dizemos aqui no Brasil, pelas possibilidades que me têm aberto com tantos sites e informações importantes.

Tudo na obra de Jorge Palma me é estranhamente irresistível, compulsivo. Não bastasse a sonoridade totalmente nova, melódica, profunda, há a poesia - item há muito tempo indispensável à minha sobrevivência, devo confessar. E também a vastidão criativa do músico em si, em arranjos cuja beleza flerta com o improvável às portas da loucura. Não me seria possível traduzi-lo, neófita que sou, ainda que devotada ao mergulho e à viagem. Tudo o que faço é sentir, palmilhar as canções, envolver-me em muitas delas como se fossem cobertores a abrigar-me a alma. E reconheço-as todas, quase que por osmose, na pele do coração. Talvez aí se explique a necessidade absoluta que tenho delas; tudo se me entranha no tecido do espírito como se fizesse parte de mim desde sempre...

A essa altura vocês, já decanos, devem estar a achar graça. Afinal, se já não viram tudo... Mas o que me acontece é algo próximo da revelação, de uma espécie de "nirvana cósmico" plasmado na pauta musical. E vezes sem conta me pego a pensar, distraída no meio das canções, que ele, Jorge, deve ser um louco. Sim, mas daqueles loucos que têm pacto com a divindade. Como pode transitar, impunemente, entre o colorido clássico e os mais vários ritmos, idéias e sonoridades mais que ultramodernas? Ao mesmo tempo, desperta-me a lembrança de uma inocência poética hoje rara, num mundo tão desfeito de valores. O encontro com o seu jeito imemorial de trovador solitário, doce idealista, um tipo romântico chegado à aventura de viver, às vezes um pouco maldito e encantador a um tempo, remete-me às boas lembranças de uma época em que os verdadeiros artistas erguiam bandeiras e seguiam na frente, levando-nos todos a cruzar as pontes rumo às verdades em que acreditávamos, e que nos davam razões para seguir.

Saber que Jorge Palma existe com essa integridade básica, que só vem a acrescentar à maravilha que é a sua obra, faz-me crer que a humanidade dentro da gente ainda é possível.

E não descansarei enquanto os brasileiros, de modo geral, não tiverem uma chance justa de participar dessa viagem.

Obrigada, Jorge, só por existir.

E obrigada, palmaníacos de plantão.


publicado por: Maurette Brandt

e-mail: maurette@terra.com.br




4 Comentários:

Blogger Ninguém.Especial disse...

É bom caminharmos com o Palma connosco. Sabe, até por cá o Jorge é pouco conhecido. Muita gente conhece o nome, mas poucos conhecem realmente o que mais importa: o que o nome esconde.

8:44 da tarde

 
Blogger Blogue Marginal disse...

É bom "ouvir" tais palavras.
Jorge Palma tem mesmo esse efeito sobre quem o ouve com atenção.
Vai ao fundo da alma como poucos o conseguem.
E descobri-lo é realmente muito bom. Faz-nos acreditar que ainda há pessoas genuinas, verdadeiras.
Nos dias de hoje é raro encontrar pessoas sem máscaras, e talvez por isso quando encontramos uma, não a "largamos" mais.
Eu tenho a sorte de "conhecer" Jorge Palma há 18 anos, e foi a minha companhia em muitos momentos,estava lá sem saber.
Já tive a oportunidade de lhe agradecer pessoalmente, mas nunca é demais. E mais do que agradecer acho que é importante reconhecer.

É por isto tudo, e porque devemos dar flores às pessoas enquanto elas ainda conseguem sentir o seu perfume... que de vez em quando troco flores com Jorge Palma.

Para ele: Obrigada


Angelina

7:45 da tarde

 
Blogger jorge palma disse...

...et moi, je parle encore de moi (Brel, pois claro!) - vi voglio benne, assai (Lucio Dala), brincadeiras de uma noite sem sono, verão. Beijos, Ângela e palmaníacos - Jorge

4:14 da manhã

 
Blogger 日月神教-向左使 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛

1:13 da manhã

 

Enviar um comentário

<< Home