O BLOGUE OFICIAL DA PÁGINA MARGINAL (HTTP://JORGEPALMA.WEB.PT/)


quinta-feira, janeiro 05, 2006


Quem é a Estrela do Mar? o reflexo da Intimidade


Já ando há anos com esta música no ouvido, a Estrela do Mar, e hoje, agora mesmo, compreendi quem era a Estrela do Mar. É o espelho do Palma, e de cada um de nós.

Se nos apaixonamos pela Estrela do Mar, é porque, no fundo, já existe uma Estrela do Mar meio escrita e meio apagada em cada um de nós, e é isso que vemos, em gloriosas linhas perfeitas, reflectida nessa imagem tão bela que criámos, e que assenta, quase como uma luva, ao outro que amamos pelo que é e pelas vestes com que o vestimos. Às vezes ficamos tão ofuscados com a imagem no espelho, com aquela pessoa, o desenho, que somos puxados "para fora", para fora de nós, como se "ela" fosse a solução, a porta mágica para um mundo há muito ansiado. Mas na verdade a chave para esse mundo eterno está (e sempre esteve) dentro de nós. Somos nós que vemos, no exterior, a imagem do Eterno que decalcámos do nosso centro e pintámos sobre o outro, mas que vem de nós, mais que verdadeiramente, na intimidade.

"...Só a Ele obedeço, Só Ele me conhece só Ele sabe quem Sou no Princípio e no Fim"

"Só a Ele sou Fiel e é Ele quem me protege..."

É a imagem da intimidade pintada em Alguém, que é agora um símbolo de Libertação - um Farol, uma imagem, no exterior, do interior que desponta. Um interior que desponta para aquilo que cada um de nós é. Todos nós.

Quando amamos a imagem no espelho, sem perceber o que ela reflecte, a intimidade torna-se impossível. Porque procuramos uma ilusão, uma mentira (tu tens algo que eu preciso, que eu não tenho). Na realidade tu e eu, somos, juntos, o Mesmo. E eu tenho o mesmo que tu para dar. Porque tu e eu somos o mesmo, na intimidade: Eu-Eu - "Só a Ele sou Fiel... " o mesmo... Independentes e unidos, rebeldes e UM. Construindo juntos a Intimidade Pura num Reino onde não há eu, só Amor.


publicado por: Pedro

e-mail: pf@pedro-fonseca.com




2 Comentários:

Blogger Blogue Marginal disse...

Sintetizando:

"Adoro o que de mim vejo reflectido em ti!"

Pedro
pf@pedro-fonseca.com

11:52 da manhã

 
Blogger GreenTea disse...

Sem palavras... é mesmo isso, que nunca consegui traduzir em palavras, mas que de cada vez que estou num concerto de Jorge Palma me faz despertar de mim mesma. Parabéns!

12:50 da manhã

 

Enviar um comentário

<< Home